A cor da sua casa pode dizer muito sobre sua personalidade.

Recentemente um artigo no jornal canadense The Globe and Mail, principal jornal do Canadá, abordou justamente esse tema: cores e personalidade, seja do morador, seja do local onde ele mora. Os tons das paredes na parte externa da casa obviamente traz isso de forma mais clara. Quem tem um perfil mais conservador não irá encher a casa de cores fortes e vivas, por exemplo. Mas externamente, você já pensou nisso?



O artigo ouviu uma consultora especialista no assunto que alertou para isso. “Há uma necessidade de comportar com a pintura externa. Não deve ser sobre você, mas sim sobre você, o vizinho e o mundo. A cor deve se encaixar nesse cenário. É tudo uma questão de contexto. Uma casa pink no meio de outras brancas e beges pode parecer que sairá dali um morador cheio de frou-frou, num vestido rodado. É uma espécie de regra da maioria, mas não significa que devemos ser apenas bege, podemos brincar com os valores das cores de alguma forma. Não precisa ser com tijolos e argamassa, mas pode ser com flores coloridas na entrada da casa, por exemplo”, explica a expert Janice Lindsay. Essa ideia, inclusive foi adotada por uma cliente da consultora: na frente da casa, de um bairro conservador, as cores usadas fora cinza e azul pastel. Já na parte de traz veio a ousadia, com o vermelho mexicano.

Além da questão de normas de viver em comunidade, as cores tem uma longa história de relacionamento conturbado com a arquitetura. No passado, muitos artistas foram criticados por usar cores vivas e hoje em dia essa questão é um pouco mais branda, mas há ainda quem abomine o colorido na decoração. É preciso ter coragem para ousar. Quem disse que o colorido pode ser usado apenas nas comunidades praianas? A cor, mesmo do lado de fora, pode expressar a personalidade do dono ou algo que ele queira deixar claro para o mundo.

Em alguns casos, colorir a casa pode trazer mais vida para um local e deixar o que era triste, em alegre. As cores podem significar muito mais que uma simples tonalidade. No Rio de Janeiro, uma dupla de artistas holandeses, resolveu revitalizar Santa Marta criando um cartão postal, com raios coloridos em 34 casas da comunidade. O projeto chamou atenção ao local e levou diversos turistas à comunidade.
Diante disso, que tal pensar em usar as cores para expressar mais da sua personalidade?

Nenhum comentário :